segunda-feira, 2 de março de 2009

Ando tão cansada, esta semana foi um pouco dura para mim...comecei a trabalhar depois de quase dois meses em casa, não é que me esteja a queixar mas o corpo já não estava habituado a estar tantas horas de pé e a tanto trabalhar mas com o hábito há-de passar. No fundo não me importa o cansaço, as dores de pernas, costas e afins, pois aquilo que me interessa é que finalmente estou a trabalhar, a ocupar a cabeça e o meu tempo com algo de útil.
Quando fui despedida do último trabalho fiquei muito magoada e também um pouco revoltada, afinal aquilo que ele me fez, ou seja, deixar-me trabalhar até às 11h30m da noite e dizer-me que no dia a seguir já não trabalhava, no meu ponto de vista, não se faz a ninguém. O que é certo é que o meu ex patrão, há cerca de uma semana me veio pedir para voltar a trabalhar e eu tive o prazer de lhe dizer que não. Não vou dizer que não me custou nada porque é mentira, mesmo ele me tendo feito o que fez, eu senti um pouco de pena dele, mas já foi tarde e foi o que lhe disse. Disse-lhe que não voltava a trabalhar para ele porque primeiro tinha arranjado emprego e depois aquilo que ele tinha feito não se fazia a ninguém. Muita gente me condenou por tal decisão, disse que eu sou orgulhosa e que o homem não pensou quando me mandou embora, que eu podia perdoar-lhe e voltar. Só que aquilo que eu fiz não foi por orgulho, não foi para me vingar, simplesmente foi uma maneira de ele ver que não pode brincar com as pessoas, que estas têm sentimentos e eu sofri muito quando ele me mandou embora pois eu adorava trabalhar lá e se ele tivesse razão de queixa de mim tudo bem mas ele não tinha nada a apontar-me, por isso acho que eu tenho o direito de não querer trabalhar mais para ele, até porque para além de não querer deixar os meus novos patrões "na mão", perdoem-me a expressão, ninguém me garante que ele não me fará de novo o que fez.Mas já passou e agora há que aproveitar a nova oportunidade que a vida me está a dar e bora lá viver!


Agora tenho antes de me ir embora duas coisas a fazer, a primeira delas é dizer as minhas 3 mentiras, ora pois bem, quase todos acertaram mas mesmo assim as minhas mentiras são:
Adoro cozinhar; sou loira; sou sportinguista, ou seja, , detesto cozinhar, tenho o cabelo castanho escuro e sou do glorioso, "what else!". Obrigada a todos aqueles que tentaram acertar. Não andaram muito longe;)

A segunda é agradecer um miminho que me foi dado pela querida Isabel de Cozinhar com os Anjos. Obrigada Isabel a sua amizade e os suas palavras são muito importantes para mim.




"Estes blogs são extremamente charmosos e estes blogueiros têm o objectivo de se achar e de serem amigos e não de se auto-promover.Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas.Entregue esse troféu a oito blogueiros (as) e inclua este texto com o seu troféu.
Mas desta vez o prémio será de quem achar que o merece, peço desculpa por quebrar um pouco as regras mas hoje não sei mesmo 8 bloguistas a quem o dar.
Até sempre!

5 comentários:

Bruno Fehr disse...

Condenaram-te? Mas essa gente é louca? O que fizeste foi muito bem feito, despedir alguém assim não se faz. Se tivesses aceite, seria uma falta de respeito de ti para ti!

Celeborn disse...

Já respondi ao teu desafio. Obrigado pelo desafio e desculpa a demora... Gosto muito dos teus olhos.

Celeborn disse...

Já agora eu sou muito da opinião de que perdoar perdoa-se mas esquecer não se esquece. Se calhar foi isso que sentiste quando ate tiveste pena dele.

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Filha não têns que agradecer!!!Tu mereces este e muitos mais!!!Não te importes com o que te dizem e sim com o que a tua consciência diz.Filha sê feliz e vai em frente.Beijinhos com muito carinho

Sem Jeito disse...

fizeste senao bem, ele tinha de ver o qt errou! boa sorte no teu novo emprego!!
BENFICA!!!!! lol