sexta-feira, 27 de março de 2009

Memórias de uma ex- toxicodependente_ Introdução

Quando comecei o tratamento da toxicodependência escrevi uma especie de diário onde escrevi tudo aquilo pelo que passei, desde o início até ao fim daquela etapa da minha vida.
Escrevi porque o tratamento me estava a fazer esquecer alguns promenores mas escrevi principalmente como uma âncora, pois sabia que se um dia esquecesse e surgisse a oportunidade para recair, eu teria aquele caderno como um auxiliar de memória... É esta a vida que queres? É sempre a pergunta que me faço, pois a droga não é vida, rouba-nos aos poucos um pedaço de nós, faz com que passemos ao lado dela. Mas não foi só por mim, também por todos aqueles que acreditaram em mim, não estou disposta a desiludir novamente quem me ajudou a levantar, não estou disposta a fazer sofrer as pessoas que mais me amam.
E fica também na nossa cabeça aquela pergunta que não me sai do pensamento, sempre que me vem a vontade de consumir eu penso " Tas disposta a perder tudo aquilo que tens? Vais perder tudo aquilo que tanto te custou a conquistar?" e a vontade imediatamente desaparece!
Assim que tiver mais um tempo publico o meu diário, eu sofri bastante mas tenho a noção de que houve quem sofresse mais, que chegasse ao fundo do poço, eu tive sorte, quando ia a cair houve uma mão que me agarrou e me devolveu à vida. E eu sou eternamente grata.

6 comentários:

Pés disse...

Olá
E nunca desistas... NUNCA!
Fica sempre deste lado de cá!
Abraços
Pés

Glauco disse...

Poxa, graças a Deus e tua força de vontade você conseguiu se livrar deste pesadelo. Pois bem, como você mesmo disse, não foi só você que sofreu, todos ao teu redor que te amam sofreram muito.
Seja álcool ou outras drogas, quem sofre mais não é o usuário e sim as outras pessoas.
Parabéns por parar a tempo.

Rosa caída disse...

Olá querida.
Eu fico muito emocionada mas também feliz por teres "agarrado" essa mão que te arrancou às garras da droga.
Ainda estás na luta, ainda temes recair mas quando vejo os teus olhos reconheço neles determinação e força.
Não te deixes tentar porque o retorno é sempre mais dificil, não só pela dor que causas a quem te ama, mas, e principalmente pelo mal que causas a ti própria.
Acredito sinceramente que tu serás mais forte, e se precisares de uma palavra, um apoio deixa um help...
Fico orando por ti querida.
Beijinho doce.
Nely.

Jane Doe disse...

Foi a primeira vez que aqui vim, e não sei se voltarei. Sou péssima a seguir blogues.

Mas gostei de ler este texto.

Talvez volte para ler o diário...

Parabéns por ter superado.

Jane Doe.

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Filha estou muito contente por ti:)Tu como eu já te disse vejo muita determinação em ti e sei que não vais voltar!Porque agora só vais olhar mesmo para a frente e tens uma vida para viver linda com pessoas que te amam e tu mereces esse amor porque tu também sofreste muito e mereces mais que tudo ser FELIZ.Beijinhos com muito carinho

Pinto disse...

Oi!
Em primeiro desculpa por andar desaparecido.
Problemas pessoais que mais tarde te contarei...
Não sei o que te hei-de dizer, tenho medo de ser repetitivo.
Mas uma coisa eu posso dizer-te, quando precisares de alguém com quem falar podes contar comigo, eu sou um bom ouvinte.
Já vi que tens coragem, é que é muito difícil sair. e contar a tua história, e contar o que se passou contigo..., é mesmo preciso muita coragem e muita força de vontade.
E tu tens tudo isso.
Cada vez te admiro mais...
Boa continuação.
Beijinhos