terça-feira, 27 de outubro de 2009

A minha vida é uma merda. É só sofrimento, desgostos e desilusões. Eu sou uma desilusão. Desiludi as pessoas que me mais me amavam ao me tornar toxicodependente. Mandei o meu curso e os melhores anos da minha vida para o lixo. E agora que finalmente eu estava a começar a ser feliz mandaram-me novamente para um buraco. A vontade que me dá é desaparecer para sempre, voltar para a droga, pois assim pelo menos não penso, não sofro e aos poucos destruo-me por completo. Ou então acabo de uma vez com a minha vida. Dou um tiro na cabeça ou atiro com o meu carro por uma ribanceira para ver se morro de uma vez por todas. Tou farta. Farta da minha vida, farta de sofrer. Já não aguento mais! E já que perdi tudo não tenho mais nada a fazer por aqui.

5 comentários:

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Dark, então menina que conversa é essa? Voltar para a droga? mandar o carro por uma ribaceira abaixo? Então onde está a Dark decidida que eu vi há um tempo atrás? Dark, coloca uma coisa na tua cabeça (não há bem que dure, nem mal que perdure)...Por isso, o que seja que estás a passar, tudo vai voltar ao seu lugar. Pensa em ti principalmente! E vamos a ser feliz, pelo menos tenta ok? A vida é mesmo uma montanha russa ora estamos na mó de cima como estamos na mó de baixo. Mas desistir é dos fracos (e dos fracos não reza a história ok) E tu és bem forte, por isso vamos a levantar a cabeça e ir em frente, e não olhes para trás.Beijnhos

LEO disse...

Pois é nesse momento é para ser forte, nao deixar a peteca cair!
O que vai resolver vc se drogar
Encare o problema de frente e deu um chega pra lá nessa merda!
Com esse olhos lindos vc nao pode estar falando serio!
BJSSS
LEO

Anónimo disse...

anonimo

tu escrevendo este post estàs a 'pedir ajuda...porque quem o quer realmente não o diz,faz.
Eu tenho 25 anos e posso nao ser o melhor exemplo, pois tmb fui consumidor de heroina,
Tu ainda tão nova não podes já desistir, imagina aqueles »cotas» com 50 anos de idade e com 30 de droga o que pensarão?

Anónimo disse...

Por favor escreve algo...talvez escrevendo o que sentes te faça bem. Nunca será vergonha pedir ajuda... vais ver que é apenas uma faze menos boa. Aconteça o que acontecer as gramas nunca serão a resolução dos problemas , mas sim o agravar .
escreve algo, por favor...

Gabriela disse...

Quando eu me sinto assim, eu começo a escrever, mas não textos e poesias tristes,mas sim poesias em que eu possa me mostrar o quanto sou capaz.
"A alegria do Senhor é a nossa força".
Procure uma igreja, e converse com algum pastor ele irá te ajudar...